| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Ecopress
Desde: 17/03/2000      Publicadas: 26928      Atualização: 01/12/2009

Capa |  Cadastre-se  |  Eco Watch  |  Eco-Eventos  |  Ecolinks  |  Expediente  |  Newsletller  |  Notícias com Alta Repercussão  |  Notícias com Baixa Repercussão  |  Opiniões  |  Parceria


 Notícias com Baixa Repercussão

  10/06/2007
  0 comentário(s)


Pesquisadora prevê rearranjo na pesca no Rio Madeira


Pesquisadora prevê rearranjo na pesca no Rio Madeira
A situação dos peixes foi uma das principais preocupações ao longo da análise dos possíveis impactos ambientais das usinas hidrelétricas de Santo Antônio e Jirau, projetadas para o Rio Madeira. Algumas espécies ficarão mais abundantes do que hoje, e outras, menos, avalia a pesquisadora Carolina Doria, participante do diagnóstico ambiental que forneceu subsídios para o estudo de impacto ambiental (EIA) da obra.

"A gente vai deixar de ter algumas espécies, mas por outro lado, vai haver maior abundância de outras espécies, que inclusive podem ser utilizadas também pelos pescadores", afirma Doria, professora do Departamento de Biologia e do laboratório de Ictiologia e Pesca da Universidade Federal de Rondônia (Unir). O diagnóstico feito pela Unir detectou a existência de 459 espécies de peixes no Rio Madeira. A pesquisadora afirma que, apesar do temor de alguns pescadores da região, não haverá extinção de peixes.

As duas usinas que o governo federal quer construir no rio, em Rondônia, somam 6.450 megawatts " aproximadamente metade da potência de Itaipu, a usina mais potente do país. A obra depende da concessão de licença prévia pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

As questões relativas à migração de peixes na época da reprodução foram um dos pontos abordados nos vários pedidos de informações do Ibama ao consórcio Furnas/Odebrecht, que fez o EIA. Isso porque a obra pode dificultar a locomoção de espécies que sobem o rio na piracema, procurando locais com menores acúmulos de água, ou a descida de ovas e larvas, que chegariam a pontos do rio a jusante (abaixo).

O projeto das usinas prevê a construção de elementos de transposição, que imitam as condições que os peixes encontram atualmente. De acordo com Carolina Doria, esse mecanismo já se mostrou eficaz em outras barragens, como a de Itaipu. "Esses canais representam as características das corredeiras que hoje os bagres e outros peixes migradores têm que ultrapassar durante a migração, com velocidade e níveis de oxigênio semelhantes para que eles possam transpor as barragens", explica.

A possibilidade de ficar sem o trabalho que faz há mais de 30 anos para sustentar a família, com sete filhos e dois netos, assusta o pescador Almeida Nunes Pereira. Ele avalia que não vai mais ser possível pescar na área em que devem ser construídas as represas. "Se for proibido pescar aí, a gente dá um jeito, vai aí para baixo. Porque no Amazonas é liberado, mas aqui em Rondônia a gente não pode trabalhar com rede da malha miúda. Mas aí para o Amazonas pode", conta o pescador, garantindo que não vai largar a pescaria, porque é a única coisa que sabe fazer.

Pereira diz acreditar na capacidade técnica dos construtores para que não haja diminuição do pescado. "Ninguém sabe como eles vão fazer a barragem, ninguém sabe se vai ficar algum canal para passar. Mas eu acho que deve ficar. Acho que não vai prejudicar a passagem dos peixes, deve prejudicar a passagem dos barcos", afirma Pereira. Em relação ao futuro dos peixes no rio, ele comenta: "O peixe não acaba, não, ele se torna mais difícil. A gente que pesca, que anda nesse rio, a gente que sabe a quantidade de peixes que tem".

O pescador, que trabalha diariamente no Mercado Cai N'Água, em Porto Velho, opina que as obras serão positivas para a capital, mas ruins para sua profissão. "Para a cidade com certeza vai melhorar, mas para nós aqui vai se tornar pior. Vai gerar muito emprego, vai ser bom, mas nesse sentido vai prejudicar muita gente", diz.


(Ecopress com informações da Agência Brasil - 11/06/07, às 9 horas)



  Mais notícias da seção Impacto ambiental no caderno Notícias com Baixa Repercussão
26/10/2009 - Impacto ambiental - UE aceita reduzir emissões de CO2 em até 95% até 2050
UE compromete-se a reduzir até 95% das emissões de CO2, mas outras nações também têm que assumir...
17/08/2009 - Impacto ambiental - Malária aumenta 63% em distrito de Porto Velho
Com a construção de Jirau, Jaci-Paraná já registra 1.524 de casos de malária ...
10/08/2009 - Impacto ambiental - Além das fronteiras da química verde
Brasil e Alemanha se unem para estudar química mais sustentável...
03/06/2009 - Impacto ambiental - MP que acaba com licença ambiental para asfaltar rodovias perderá validade
Por não ter sido votada na última sessão do Senado, a partir desta segunda-feira (1º/6) a Medida Provisória 452 não terá mais validade. Governo deverá reeditá-la e considerar as críticas que foram feitas ao texto....
24/01/2006 - Impacto ambiental - O Rodoanel é importante, mas a água é muito mais
Novo artigo discute este polêmico tema...
20/09/2005 - Impacto ambiental - Katrina e aquecimento global
Leia e comente este novo artigo...
18/11/2004 - Impacto ambiental - O crime compensa - Leia esta notícia. E comente!
Miriam Prochnow* Ainda não foi dito tudo sobre o escândalo que envolve a construção da hidrelétrica de Barra Grande. Alguns números ajudam a compreender a dimensão, inclusive financeira, do dano a ser causado pelo desmatamento dos mais de 5 mil hectares de florestas primárias e em diversos estágios de regeneração da Mata Atlântica. De acordo c...
01/10/2004 - Impacto ambiental - Fraude no Estudo de Impacto Ambiental garantiu licença para construção de hidrelétrica
ESCÂNDALO EIA/Rima da UHE de Barra Grande escondeu a existência de uma das últimas áreas primárias de araucárias do Brasil. Agora, com a Barragem praticamente pronta, a verdade veio à tona. Mas uma vez grandes empresas tentam impor a política do fato consumado para burlar a legislação e lucrar às custas da destruição do meio ambiente. É o que es...
26/08/2003 - Impacto ambiental - Obra da Prefeitura de São Paulo coloca em risco as represas Billings e Guarapiranga
Ambientalistas apontam falhas no licenciamento do Corredor Eixo Rio Bonito em área de mananciais das represas Billings e Guarapiranga, zona sul. Segundo os ambientalistas, o EIA/RIMA (Estudo de Impacto Ambiental) é insuficiente e a própria Câmara Técnica II da Prefeitura de São Paulo levanta questões sobre a obra. Segundo o conselheiro do CADES (Co...
10/01/2003 - Impacto ambiental - Associação levantará impactos ambientais
Rio de Janeiro, 02/12/2002 - O Comitê Brasileiro da Gestão Ambiental (ABNT/CB-38), empresas, Universidades e o Ministério de Ciência e Tecnologia decidiram, em Seminário realizado em 29/11/2002, no Rio de Janeiro, criar a Associação Brasileira de Ciclo de Vida - ABCV, sociedade sem fins lucrativos que vai coordenar o trabalho de implantação da Av...
19/12/2002 - Impacto ambiental - 1º Prêmio Água de Lastro A água de lastro é um problema ambiental que precisa ser discutido. Você tem alguma sugestão? Se sim, participe!
Você sabe o que é água de lastro? Talvez você não saiba, mas a água de lastro é a água utilizada pelos navios para estabilização interna. E talvez você também não saiba que esta água representa um grave problema ambiental para o Brasil. Vamos por partes: todos os dias centenas de navios chegam aos portos brasileiros trazendo além desta água, cente...
28/03/2001 - Impacto ambiental - Secretaria de Meio Ambiente realiza Audiência Pública sobre Impacto Ambiental
A Secretaria de Estado do Meio Ambiente de São Paulo realiza no dia 28 de março, às 19h, no Teatro Popular do Sesi, em Mauá, a Audiência Pública sobre o Estudo de Impacto Ambiental e do Relatório de Impacto Ambiental – EIA/RIMA do empreendimento “Central de Cogeração de Capuava”, de responsabilidade de Capuava Cogeração Ltda. Data: 28 de març...



Capa |  Cadastre-se  |  Eco Watch  |  Eco-Eventos  |  Ecolinks  |  Expediente  |  Newsletller  |  Notícias com Alta Repercussão  |  Notícias com Baixa Repercussão  |  Opiniões  |  Parceria


Busca em

  
26928 Notícias


Notícias com Alta Repercussão
 

Impacto ambiental

 

Agências espaciais e Google buscam formas de proteger florestas