| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Ecopress
Desde: 17/03/2000      Publicadas: 26928      Atualização: 01/12/2009

Capa |  Cadastre-se  |  Eco Watch  |  Eco-Eventos  |  Ecolinks  |  Expediente  |  Newsletller  |  Notícias com Alta Repercussão  |  Notícias com Baixa Repercussão  |  Opiniões  |  Parceria


 Eco-Eventos
  13/08/2009
  0 comentário(s)


Zeladoria do Planeta limpa São Paulo nos dias 15 e 16 de agosto
Cartões postais da cidade, a Praça da Sé e a
Avenida Paulista serão varridas por
voluntários da Zeladoria do Planeta do Brasil
no domingo, 16. No sábado, é a vez da
Escola Estadual Rodrigues Alves ficar com
os banheiros limpos.
Em seu 14º evento anual, a Zeladoria do Planeta do Brasil (ZPB) promove, no final de semana de 15
e 16 de agosto um grande ato de cidadania e amor pela cidade.

No sábado, 15 de agosto, a partir das 9h, os banheiros da Escola Estadual Rodrigues Alves,
localizada na Avenida Paulista, 227, serão lavados pelos voluntários do ZPB, alunos, familiares e
funcionários da escola. Empresários japoneses, onde nasceu o movimento Zeladoria do Planeta,
virão ao Brasil especialmente para esta ação. A concentração ocorrerá às 8h, no próprio local.

Hideaki Iijima, fundador do SOHO Hair International e um dos responsáveis pela introdução da
Zeladoria do Planeta no Brasil, afirma que cuidados com a cidade, como varrer ruas e lavar os
banheiros públicos, demonstram respeito pelo espaço urbano. "Precisamos desenvolver a
consciência de que somos zeladores do planeta, estamos aqui de passagem e é nossa obrigação
preservar as condições de vida para as gerações futuras", completa Iijima.

DOMINGO: DIA DE FAXINA

No domingo, 16 de agosto, um mutirão de limpeza varrerá a sujeira dos dois mais importantes
cartões-postais de São Paulo: a Praça da Sé e a Avenida Paulista. Cerca de mil pessoas se
dividirão entre esses dois marcos históricos, com vassoura nas mãos, dispostas a limpar toda a
Praça da Sé, e as duas calçadas da Avenida Paulista, do Paraíso até a Consolação.

"Varrer ruas e limpar banheiros é um gesto de gratidão pela cidade que nos acolhe. É também um
gesto de humildade e de consciência da nossa responsabilidade com o planeta. Construir um
mundo melhor é papel de cada um", afirma Iijima.

A varrição das ruas contará com a participação da União dos Escoteiros do Brasil, Igreja Messiânica
Mahikare, Seicho-no-Iê e SOHO Hair International. A concentração dos voluntários está marcada
para as 7h30, no Marco Zero da Praça da Sé e no do Club Homs, na Avenida Paulista, 735 (entre o
metrô Brigadeiro e Trianon), com previsão de encerramento às 11 horas. A participação é aberta a
voluntários: basta levar a vassoura.

CONTRA AS BITUCAS NAS CALÇADAS

No domingo, os fumantes que passarem pela Avenida Paulista vão ganhar um cinzeiro portátil, com
um apelo para não jogarem as pontas de cigarro no chão. "Todo ano, recolhemos uma quantidade
enorme de bitucas da Paulista, e logo em seguida elas reaparecem na calçada. São um tipo de lixo
difícil de varrer e levam anos para se desintegrar. Agora, com a lei antifumo em vigor, as pessoas
serão obrigadas a fumar somente nas ruas. A Avenida Paulista não tem lixeiras especiais para
pontas de cigarro, por isso vamos distribuir os cinzeiros portáteis", explica Sueli Sakata Chiba,
coordenadora da ação na Paulista.

O QUE É A ZELADORIA DO PLANETA

O Movimento Zeladoria do Planeta nasceu em 1992, inspirado no Nihon-no-Soji-ni-Manabu-Kai
(Encontro do Japão Aprendendo Através da Limpeza), uma organização que promove o
desenvolvimento da cidadania através da limpeza de lugares públicos.

O movimento tem dois princípios básicos: o respeito pela natureza começa pela limpeza, pela
educação ambiental e, o outro, essa conduta também ajuda a limpar não só o mundo, mas a alma.
O movimento, que nasceu com a limpeza de um banheiro de escritório e extrapolou para os
parques e áreas públicas, tem feito adeptos no Japão, onde possui atualmente cerca de 40
núcleos, e no mundo inteiro.

A sede brasileira fica em São Paulo, na Av. Brigadeiro Luiz Antonio, 2367, 19º andar. "Nossa missão
é zelar pelo bem estar e a integridade do planeta, lapidando o espírito por meio da limpeza. É dessa
forma que crescemos e nos desenvolvemos como seres humanos", ensina Iijima.
  Autor:   Assessoria de Imprensa





Capa |  Cadastre-se  |  Eco Watch  |  Eco-Eventos  |  Ecolinks  |  Expediente  |  Newsletller  |  Notícias com Alta Repercussão  |  Notícias com Baixa Repercussão  |  Opiniões  |  Parceria


Busca em

  
26928 Notícias


Cadastre-se
  Florestas
  Novo sistema de controle de produtos florestais começa a ser testado no Pará

Notícias com Alta Repercussão
  Impacto ambiental
  Agências espaciais e Google buscam formas de proteger florestas

Notícias com Baixa Repercussão
  Impacto ambiental
  UE aceita reduzir emissões de CO2 em até 95% até 2050